NOTAVEL -

Home

234 423 609

234 481 620

Procurar

ok

Proteja a sua Saúde

a sua vida está nas sua mãos

Uma alimentação equilibrada e exercício são a base de uma vida melhor e mais saudável.

Historial da Empresa

Informações Úteis

Bem-Vindo ao Nosso Site!

• Todos os exames são realizados mediante prévia marcação.

• As marcações podem ser efectuadas presencialmente ou por telefone.

• Para levantar os exames deve trazer sempre o talão de levantamento, que lhe é entregue quando efectuar a ficha de inscrição.

Há quatro décadas que melhoramos o nível de saúde dos nossos pacientes, diagnosticando prematuramente situações que podem criar risco.

Historial

A Clínica foi fundada pelo Dr. Rui Pinho e Melo, seu Director Clínico, em 1962 e tem-se mantido em actividade desde então sob a sua orientação.

No dia 6 de Fevereiro de 1962 foi feito o primeiro exame da Clínica: exame radiológico cego-apendicular.

Apenas havia Radiologia Convencional e eram executados exames osteo-articulares, digestivos, torácicos e urológicos. A Clínica era constituída por duas salas de radiologia: uma de radiologia digestiva e outra para radiologia esquelética e torácica, uma câmara escura, uma sala de relatórios e uma pequena recepção.

De 1963 a 1965 apenas funcionou parcialmente por ter havido uma mobilização compulsiva, para a guerra na Guiné, do Director Clínico.

Em 1966 a Clínica remodelou-se completamente e adquiriu um novo aparelho: uma mesa basculante com televisão, para exames digestivos. Em 1975 houve uma nova remodelação com a aquisição de uma mesa telecomandada e a montagem de um Mamógrafo, tendo sido pioneira na execução de Mamografias a nível distrital.

Entretanto a Radiologia evoluiu e surgiu a Ecografia obrigando a uma nova expansão da Clínica, sendo igualmente pioneira a nível distrital em nesta área.

Em 1978 é constituída a sociedade Pinho & Melo, Lda entre o Dr. Rui Pinho e Melo e sua mulher Drª Maria Antónia C.V.D. Pinho e Melo.

A Ecografia continuou a evoluir, aparecendo ecógrafos cada vez mais sofisticados, de alta frequência, permitindo uma melhor avaliação em particular dos sistemas muscolo-tendinosos.

Desenvolveu-se entretanto o Eco-Doppler que veio permitir o estudo dos vasos, particularmente das carótidas, dos membros inferiores e dos vasos abdominais, tendo-se efectuado os primeiros exames nesta clínica em 1999.

Em 2000, com a contínua expansão da clínica foi adquirido um aparelho de Densitometria Óssea.

Em 2002, dada a evolução tecnológica e o aumento crescente das preocupações ambientais surgiu a instalação da digitalização da Radiologia Convencional, com a instalação de uma máquina digitalizadora e de uma impressora topo de gama.

Em 2005 deu-se início à execução de Ecocardiogramas com a entrada de um Cardiologista para o corpo clínico da Pinho e Melo, Lda.

Dada a crescente necessidade de um acompanhamento mais completo dos utentes e dada a necessidade de uma constante actualização quer dos equipamentos quer das técnicas utilizadas, foi adquirido em 2005 um aparelho de Tomografia Axial Computorizada (TAC). Podem-se assim definir com nitidez os contornos dos órgãos, a sua densidade e a sua vascularização.

Com a entrada para o corpo clínico de um Urologista, nos finais de 2005 deu-se início à execução de Biopsias Prostáticas Transrectais.

Em Janeiro de 2006 foi efectuada uma reestruturação a nível informático com a aquisição de novos equipamentos informáticos e com a instalação de um novo programa de gestão administrativa da Clínica:

Durante esse ano deu-se igualmente início à transmissão por teleradiologia das imagens da TAC, para uma resposta mais rápida, nomeadamente em termos de Neuroradiologia, para os médicos Neuroradiologistas.

Dada a evolução crescente dos equipamentos digitais e o seu aumento de qualidade, sentiu-se a necessidade da instalação da Mamografia Digital, em Fevereiro de 2007.

Actualmente a Clínica ocupa uma área correspondente a cinco apartamentos possuindo:

- Uma recepção ampla e climatizada;

- Uma sala de Radiologia convencional

digitalizada

- Uma sala com mesa telecomandada para

Radiologia digestiva digitalizada

- Três salas de Ecografia climatizadas

equipadas com ecógrafos Siemens topo de

gama;

- Sala de TAC helicoidal com equipamento

Siemens de baixa radiação para exames de

corpo e neuroradiologia;

- Sala de Mamografia;

- Sala de Densitometria Óssea;

- Sala de Ortopantomografia

- Sala de relatórios;

- Sala de entrega de exames;

- Gabinete Médico

- Gabinete da Administração

- Quatro casas de banho para os utentes;

- Sala de convívio e para pequenas refeições e

2 casas de banho, reservadas para os

funcionários.

"A elevada percentagem de diagnósticos de cancro do pulmão de 1º estádio foi valorizado neste contexto multi-institucional.

Esta proporção parece ser bastante previsível na taxa de sobrevivência de longa duração, como é mostrado por um estudo mais alargado.

("The International Early Lung Cancer Action Program Investigators. Survival of patients with stage 1 lung cancer detected on CT screening. N. Eng. J. Med. 2006; 355: 1763-1771") que incluía o diagnóstico do cancro do pulmão feito pelo NY - ELCAP (New York Early Lung Cancer Ection Project - projecto de acção na fase inicial do cancro do pulmão de Nova York).

Neste estudo, a taxa estimada de 10 anos de sobrevivência foi de 80%, independentemente do estádio do cancro e do tratamento.

Os benefícios dos rastreios de TAC são por isso consideráveis, uma vez que esta taxa está em contraste flagrante com a taxa de cura inferior a 5% referida pela Sociedade Americana de Cancro.

("American Cancer Society. Statistics 2005: cancer facts and figures, http://www.cancer.org., acessed in October 2005),

tal como é mostrado pelo número estimado de novos doentes (n=172 570), nos quais o cancro do pulmão é diagnosticado e o número de mortes que ocorrem na ausência de rastreios.

Mais ainda, os doentes nos quais foi diagnosticado cancro de pulmão de 1º estádio e que se submeteram a recessão imediata tiveram uma taxa estimada de 10 anos de sobrevivência de 92%."

Informações básicas a seguir

- Trazer o cartão de utente do SNS ou do

subsistema de que é beneficiário;

- Trazer exames anteriores;

- Trazer roupas práticas, fáceis de vestir, de

preferência sem peçasmetálicas (botões, molas,

fechos, colchetes, etc);

- Não trazer brincos ou fios ao pescoço;

- Seguir as preparações ou as instruções

indicadas para os diferentes exames.


Flash website powered by Notavelmente - a Active Sites provider.